ecneV erpmeS romA O

Anúncios

am(or)ação

junho 14, 2018

 

am(or)ação

    

    

Amor

Oração

Ação

Amação

quaternidade

poesia

física

quântica

tarot

two-of-cups

            

           

Numerologia: 10 palavras = 1 + 0 = 1 = Unidade = Totalidade

Coniunctio

maio 29, 2018


 

gemendo e gritando de felicidade

o agora é sempre presente no Olimpo

olhos mEus nos olhos tEus

após vencida a laboriosa escalada

o peixe desliza amorosamente na carne

de tão desconcertante a subida

proporcionalmente longo e inteiro é o júbilo

raios de Luz e Intensidade

desfeitos nos braços um do outro

transmudados em Unidade

 

 

Sempre

maio 14, 2018

Em planta

abril 11, 2018

através dos ventos solares

a luz da lua refletida

concentrada em gotas de orvalho

logo, logo(s)

brotará da terra

a semente

só o amor (r)existe

(e) terna mente

 

Trevo de 4 folhas

março 16, 2017

        

trevo de quatro folhas

vou abraçar teu corpo

peito contra peito, pele contra pele

beijar sua boca carnuda, suculenta

que eu devoro

9rudar com os meus dentes

ó lóbulo da tu4 orelha, esquerda

roçar 7ua nuca com a minha barba

morder o seu pescoço

depois be1já-lo

abraçando-a por trás

vou usar meus dedos,

a minh4 língua

e o meu pau

para penetrar os teus segredos

ouvir os teus gemidos

olhar fundo nos teus olhos

que é para você saber,

pra quem eu escrevi isso

nossos corpos fundem-se nos colos

enfim, um raio nos atinge

parece magia, mas não:

somos apenas nós dois

        

p03514 n4 p3l3

fevereiro 13, 2017

poesia_na_pele_jorge_xerxes

deeply inside your eyes

fevereiro 1, 2017

your_eyes_jorge_xerxes

estamos frente a frente

estamos frente a frente

frente a frente aos olhos castanhos dela

frente a frente aos olhos castanhos dele

esses olhos me trazem paz

esses olhos que me dão força

dentro deles eu observo a lua

dentro deles eu vejo o sol,

as estrelas, a beleza da noite

o céu azul, brisa, pássaros, luz

um jardim florido

posso sentir o perfume

a canção, posso ouvi-la perfeitamente

isso me ilumina

e eu me vejo refletido nos teus olhos

e eu me vejo dentro dos olhos teus

sou eu quem mora

sou eu que vivo

nessa paz

desse amor

         

        

estamos frente a frente

frente a frente aos olhos castanhos dela

esses olhos me trazem paz

dentro deles eu observo a lua

as estrelas, a beleza da noite

um jardim florido

posso sentir o perfume

e eu me vejo refletido nos teus olhos

sou eu quem mora

nessa paz

        

        

estamos frente a frente

frente a frente aos olhos castanhos dele

esses olhos que me dão força

dentro deles eu vejo o sol,

o céu azul, brisa, pássaros, luz

a canção, posso ouvi-la perfeitamente

isso me ilumina

e eu me vejo dentro dos olhos teus

sou eu que vivo

desse amor

        

trevo de quatro folhas

janeiro 5, 2017

2017_esperanca_e_fe

      

        

trevo de quatro folhas

vou abraçar teu corpo

peito contra peito, pele contra pele

beijar sua boca carnuda, suculenta

que eu devoro

9rudar com os meus dentes

ó lóbulo da tu4 orelha, esquerda

roçar 7ua nuca com a minha barba

morder o seu pescoço

depois be1já-lo

abraçando-a por trás

vou usar meus dedos,

a minh4 língua

e o meu pau

para penetrar os teus segredos

ouvir os teus gemidos

olhar fundo nos teus olhos

que é para você saber,

pra quem eu escrevi isso

nossos corpos fundem-se nos colos

enfim, um raio nos atinge

parece magia, mas não:

somos apenas nós dois

        

        

https://jorgexerxes.wordpress.com/

       

          

 

 

Onde está o amor?

dezembro 26, 2016

aquaman_jorge_xerxes

              

o amor está nas bolhinhas de gás

acelerando rápidas do fundo rumo a superfície.

mas o amor também está

se as bolhas inexistem.

o amor está no lento movimento de vaivém das plantas

– como se estivessem acenando.

ele está no vigor, no destemor e na velocidade da juventude.

ele está também quando as escamas caem

ou se alguém amanhece boiando,

com os olhos em xis.

o amor está no impulso para a subida,

no abocanhar do alimento

e no submergir.

o amor está quando o peixinho amarelo nada ao lado do verde,

mas ele também está se o peixinho amarelo

decide nadar ao lado de outro peixinho,

ele está também quando o peixinho verde nada só.

o amor está na nadadeira quebrada,

assim como está nos seixos que recobrem o fundo,

no reflexo da luz do sol sob a superfície,

quando visto de baixo,

ou no reflexo da luz do sol sobre a superfície,

se visto de cima.

o amor está quando não resta mais a esperança,

no grito inaudível da dor lancinante de um peixe.

mas ele está também no canto da sereia,

no tridente de Netuno,

na sunga do Aquaman.

É ridículo, é estranho, é um contrassenso não o percebermos

quando ele está em toda a parte.

É preciso lembrarmo-nos sempre que

fora dele

não existe o aquário.