O problema dos robôs

maio 30, 2014

badargument

Não tenho nenhum problema com o método científico ou com o pragmaticismo.

 

Eles são até bonitinhos: não cheiram, não fedem, nem soltam as tiras.

 

Protegem-nos de grandes viagens na maionese. Embora uma ou outra, vá lá, é o tempero da vida.

 

Afinal, nascemos pelados, carecas, banguelos e não sabemos sequer a razão disso.

 

Há problema quando o investigador passa a fazer vistas grossas a toda e qualquer variável que foge a sua compreensão.

 

Esta pessoa v4i gradu4lm3nte p3rd3nd0 a su4 hum4n1dad3, 473 7r4n5f0rm4r-53 1n739r4lm3n73 3m 4u70m470.

 

E o problema dos robôs é que eles não pensam; você sabe. Eles apenas reproduzem rotinas pré-estabelecidas. (Você sabe?)

 

3 p0r 1550 qu3 3u 73nh0 p3n4 d05 r0805

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: