Borboleta azul

novembro 17, 2013

jorge_xerxes_borboleta_azul

 “– Jamais dei um passo nesse sentido e aqui estão os motivos de minha indiferença.” Allan Kardec

 

os planetas desabaram 

o céu colapsou

dobrou-se

quando encontrei em Águas da Prata

a borboleta azul

perguntei-lhe qual o segredo

para do minúsculo da sombra

extrair plena a luz

ela me disse que do xixi do grilo

advinha a energia

para o brilho vistoso

elegante

ou voo ziguezagueante

o flanar solto

ao sabor do vento

bom

eu lhe perguntei se eu sorvo dele

de canudo

o que me acontece então

ela gargalha

(já ouviste o riso da borboleta?)

deixe de ser tonto

asa é pra quem tem

imaginação

jorge_xerxes_fons_aquae_vitae

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: