A era dos desejos

novembro 6, 2012

d3-54-c3-13-r3

ao tempo da planta

para sorver da sapiência verde

c10r0fi14

o inverso da queima da gasolina

minha máquina medida na ampulheta dos ciclos

da terra, do sol, dos mares

organismos em potência de semente

aguardo o instante da sombra

para o descanso

adormecer em sonho

despertar ereto em tua direção

este não é tempo de motores

4 c0mbu5740

essa é a era dos desejos

quero acariciar tua língua

sentir o gosto de saliva

no tempo escorregadio

d0 p3ix3

nadar em tua caverna

é ancestral esse meu devaneio

minha cara

m374d3

não tem graça

in73ir4

e ternamente

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: