Mandinga de amor

maio 25, 2009

u m a s e q ü ê n c i a d e l e t r a s e s p a ç a d a s

p e r n a s d e g r i l o s

u n h a s d e l a g a r t i x a s

outodasaspalavrasescritasjuntas

línguasdemorcegos

folhasdaárvorequedámelancias

si-bas-la-em-ra-ba-das-lha

nis-de-pê-for-gas-mi

los-qui-de-sas-de-a-bé-lu-li-las

palavras seguidas

entre linhas trocadas

pra não haver dúvida do fogo brando

levar ao ponto de preparo

num tacho de sal grosso

areado com bronze

fim-en

in-den-pen-te-de-da-fi-di-da-de-de-cul-ten-der-en

p r a s e a m a r i n f i n i t a m e n t e

nãoháreceitamelhor

que-ma-u-a-bo-do-se-de

c o m p r e e n s ã o e c a r i n h o

Anúncios

Uma resposta to “Mandinga de amor”

  1. jorgexerxes said

    Este Poema é para Ana Laura;

    Infinitamente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: