Homem de Java

dezembro 3, 2008

Era meio dia em ponto quando ele chegou. O sol escaldante de verão fazia com que o mormaço embaraçasse levemente a visão; em vapor salgado da água do mar. Os contornos do corpo dele, então, não eram definidos: fundiam-se ao azul do céu e ao sol.

 

Ele sentou-se na areia e iniciou o antigo projeto de cavar com as mãos: arte esta que havia desenvolvido ao longo de sucessivas eras, desde o homem de Java. Mas quem era o homem de Java afinal? E esta questão era a quinta-essência de todo o antigo problema.

 

Ele prosseguia – cavando e cavando – indiferente a todas as demais figuras que aproveitavam o momento de outra forma: nadando, paquerando ou admirando uma embarcação que cruzava, ao longe, a linha do horizonte. Cada palmo de areia abaixo era mais um em direção a ele mesmo. E quando, enfim, o buraco era fundo o suficiente para todo o seu braço esquerdo; era também aquele do nível do mar.

 

A água invadiu a obra como que demonstração algébrica de que, sendo ela um fluido, e a areia nada além de pedra moída, não haveria nada mais a ser feito. Mais um palmo abaixo, com muito esforço. O sol refletia o seu rosto. Ele gritou: “Tem alguém aí?”

 

O reflexo do seu rosto deixava-o ainda mais perplexo. Pensou que para entender era preciso primeiro esvaziar-se de si mesmo. “O que? Fala mais alto, que eu não estou ouvindo!” Ecoava no buraco. A voz parecia outra.

 

Quando uma lágrima de suor respingou ao fundo, a lâmina d’água emanou ondas concêntricas, a se expandirem. Deformava a imagem refletida do rosto dele. Toda assimetria da esquerda mostrava-se à direita. Vice-versa. A imagem fez movimentos com a mão. “Já vou!”

 

Foi visto de cabeça para baixo, entrando no buraco. Os pés para cima.

 

Depois nunca mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: