A lei e os seus advogados

dezembro 3, 2008

O artigo primeiro garante a estabilidade do pensamento. E sendo ele leve, ainda é possível que seja bom e útil aos outros. É interessante que este tipo de idéia tenha como premissa a iniciativa atuante no exato sentido da necessidade das pessoas, e indo de encontro aos objetivos comuns do inconsciente coletivo. Só assim é possível ter-se certeza da validade de tudo aquilo que está em jogo. Qualquer outra vertente, ou deslize, e pode ser tarde demais (o  inferno já está cheio das boas intenções).

 

Entrego o que escrevo (esta única lei) para o leão ler. Na cabeça dele o olhar é vesgo e ele não entende as palavras.

 

Nas praças, olho para as árvores, almejando apreciar o que transcende a elas – além e atrás. Resta-me a dificuldade de enxergar através das folhas.

 

Talvez seja por isso que eu escrevo para o leão: No fundo, eu e ele sabemos que a melhor forma de comunicação é o fingimento de uma compreensão forjada na preguiça de entender.

Anúncios

Uma resposta to “A lei e os seus advogados”

  1. DSV said

    e se não for a melhor, é pelo menos uma das mais populares…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: